medicina e exercicio
Pesquisar
Pesquisar

Psiquiatria Geriátrica

O que é psiquiatria geriátrica?

Psiquiatria geriátrica é o ramo da psiquiatria que se dedica aos cuidados médicos dos diferentes tipos de transtornos mentais e de comportamento no público idoso.

Qual a importância da psiquiatria geriátrica?

Associadas, as mudanças biológicas e comportamentais relacionadas ao envelhecimento podem contribuir para o surgimento de transtornos mentais, como demência e depressão.

De forma geral, quase 40% dos idosos sofrem com alguma doença crônica e 29,8% são acometidos por 2 ou mais doenças. Muitas destas condições podem contribuir de forma significativa para o desenvolvimento de transtornos mentais e comportamentais, que muitas vezes podem melhorar com o tratamento da doença de base.

Um dos grandes desafios relacionados à saúde mental dos idosos é manter sua autonomia e dignidade. Infelizmente, porém, muitos destes problemas são longamente negligenciados, uma vez que podem ser vistos como um processo natural do envelhecimento, ao invés de uma condição debilitante e tratável.

A boa notícia é que muitos dos transtornos mentais comuns em idosos podem ser evitados, aliviados ou, em alguns casos, até mesmo revertidos.

Como se diferencia a avaliação da saúde mental no idoso?

A compreensão dos transtornos mentais nos idosos deve envolver uma avaliação completa do histórico médico, hábitos de vida, rotina social e tratamentos realizados.

Alguns dos fatores a serem considerados incluem:

  • Isolamento social;
  • Rotina de atividades, incluindo laser, exercícios físicos e outros;
  • Rotina profissional, para aqueles que ainda trabalham;
  • Dependência financeira;
  • Dependência química (alcoolismo, tabagismo, medicamentos para dormir, outros);
  • Hábitos de sono (especialmente a insônia no idoso)
  • Uso de medicamentos, especialmente a polimedicação no idoso;
  • Problemas de saúde como Diabetes, Hipertensão Arterial e outros problemas cardiopulmonares;
  • Limitações físicas relacionadas ao aparelho musculoesquelético, incluindo a artrose e a sarcopenia;
  • Dor crônica de diferentes origens.

Para que tudo isso possa ser feito, é esperado que a consulta em psiquiatria geriátrica tenha uma duração prolongada. Por outro lado, o idoso pode ter dificuldade para recordar todo este histórico ou mesmo para manter a concentração até o fim da consulta. Por este motivo, a avaliação pode em alguns casos ser dividida em mais de uma consulta. Em alguns casos, uma consulta inicial apenas com a família e sem a presença do idoso poderá ser considerada.

Você tem psiquiatria geriátrica?

Gostaria de fazer uma avaliação com o Dr. João Hollanda?

Você pode agendar sua consulta presencial ou por Telemedicina

Agende sua Consulta