medicina e exercicio

Artrogripose

O que é a Artrogripose?

Artrogripose é um termo que significa torção da articulação. “Artho” significa articulação e “gryposis” significa torto.

Ela se refere a uma variedade de condições caracterizadas pela contratura de uma ou mais articulações ao nascimento.

Quando mais de uma contratura está presente, ela é denominada de Artrogripose Múltipla Congênita. A maioria destes pacientes apresenta envolvimento tanto dos braços como das pernas.

Pessoas com artrogripose apresentam-se com dificuldade para mover as articulações envolvidas. Estas articulações podem ficar rígidas em extensão, quando o paciente não consegue dobrá-la, ou em flexão, quando ele não é capaz de estendê-la. Da mesma forma, ela pode também ficar rodada para dentro ou para fora.

Quais as causas da Artrogripose?

Existem mais de 300 distúrbios diferentes que fazem com que a criança possa nascer com as articulações rígidas.

Algumas das causas mais comuns para isso são a distrofia muscular e a trissomia do cromossomo 18 (Síndrome de Edwards).

A causa para a rigidez e deformidade articular é desconhecida, embora se acredite que esteja relacionada ao espaço inadequado no útero e ao baixo volume de líquido amniótico.

Tratamento para Artrogripose

Embora não haja cura para a artrogripose, existem métodos não cirúrgicos e cirúrgicos destinados a melhorar a mobilidade e a função das articulações.

Tratamento Não Operatório

A fisioterapia e a terapia ocupacional podem prover alguma melhora na mobilidade das articulações. Habitualmente, o fisioterapeuta atua mais nos membros inferiores e na melhora do padrão de marcha, enquanto o terapeuta ocupacional se concentra mais nos problemas relacionados aos membros superiores.

A educação familiar é importante para questões relacionadas ao posicionamento adequado do bebê, técnicas de alongamento e para evitar atividades potencialmente prejudiciais que possam alimentar a deformidade.

Órteses, talas e gesso podem ser usados ​​para ajudar no posicionamento, bem como na redução de contraturas articulares.

Equipamentos específicos para locomoção podem ser indicados em alguns casos.

Tratamento Cirúrgico

A cirurgia pode ser considerada com o objetivo de melhorar a mobilidade e corrigir deformidades nas articulações. No entanto, o custo benefício de cada cirurgia deve ser avaliada caso a caso.

Nas crianças com escoliose, a cirurgia pode ser recomendada para corrigir a deformidade da coluna. A indicação para corrigir a escoliose deve levar em consideração fatores como idade da criança, localização e grau e flexibilidade da escoliose.

Fisioterapia, gesso, talas, e órteses geralmente são recomendados após a cirurgia, com o objetivo de manter a correção obtida com a cirurgia.