medicina e exercicio

Dependência por Esteroides Anabolizantes

Dependência por anabolizantes

A dependência por esteroides anabolizantes está quase sempre relacionada a aspectos estéticos. O uso se inicia devido a uma insatisfação com o próprio corpo, onde a pessoa que se sente insegura vê nos anabolizantes uma forma de melhorar a aparência.

Entretanto, mesmo depois que atinge uma massa magra acima da média, ela continua vendo espaço para mais e mais musculatura.

O abuso dos anabolizantes é cada vez mais vista como uma doença de origem psiquiátrica. Ele funciona como uma estratégia de enfrentamento durante momentos de dificuldade emocional, incluindo estresse, ansiedade, depressão, raiva e solidão.

Pessoas dependentes de esteroides anabolizantes obtêm uma sensação de controle sobre suas vidas, usando a imagem corporal como uma forma de lidar com essas emoções difíceis.

O uso de esteroides anabolizantes com finalidades não médicas está associado a dois objetivos principais:

  • Melhora no rendimento esportivo competitivo;
  • Motivos estéticos.

Mistura de Esteróides Anabolizantes com outras drogas

Muitas pessoas que abusam dos esteroides anabolizantes abusam também de outras substâncias lícitas, como o álcool e o tabaco. Muitos fazem uso de outras substâncias ilícitas, como a maconha e a cocaína.

O uso de Hormônio do Crescimento também é comum. Como os esteróides interferem no sono, muitos usuários recorrem a medicações para dormir, como os benzodiazepínicos e os opioides.

Todas estas substâncias implicam em riscos para a saúde, incluindo doença hepática e ataque cardíaco. Estes riscos são agravados quando usados ​​em conjunto com esteroides anabolizantes.

Como identificar a dependência por esteroides anabolizantes?

Nem todos os usuários de esteroides anabolizantes devem ser considerados dependentes.

São sinais da dependência por esteroides anabolizantes:

  • Usar a substância por períodos mais longos e em quantidades maiores do que o pretendido;
  • Passar a maior parte do tempo tentando obter a substância;
  • Ter um forte desejo ou anseio de usar os esteroides anabolizantes;
  • Desistir de atividades sociais, recreativas e outras atividades importantes para usar o esteroide anabolizante;
  • Continuar a usar o esteroide anabolizante, mesmo que ciente das sérias consequências legais, médicas e sociais.

Da mesma forma que com outras drogas, o paciente viciado em anabolizantes pode apresentar sintomas de abstinência quando tentam parar de usar a substância.

Ele sente que precisa continuar usando a substância para funcionar normalmente, mesmo percebendo que aquilo está fazendo mal para ela e que precisa parar.

Alguns dos sintomas comuns de abstinência de esteróides incluem:

  • Mudanças de humor;
  • Fadiga;
  • Insônia;
  • Inquietação;
  • Diminuição do desejo sexual;
  • Depressão e pensamentos suicidas.

Tratamento

O abuso e o vício em esteróides anabolizantes devem ser tratados como qualquer outro problema relacionado a dependência de drogas, incluindo remédios para dormir, tabaco, álcool ou drogas ilícitas.

O tratamento pode envolver desintoxicação supervisionada, medicação de conforto e terapia comportamental.

A psicoterapia deve buscar identificar os diversos fatores que levaram o paciente a abusar dos anabolizantes. Com isso, criam-se estratégias positivas para lidar com questões relacionadas à imagem corporal e melhora da autoestima. Por fim, é preciso gerenciar situações que podem fazer com que ele queira voltar a usar os anabolizantes.

A internação para tratamento pode ser considerada em algumas situações. Ela remove o usuário de esteroides de seu ambiente normal, para que ele possa desintoxicar e evitar a tentação do seu comportamento viciante.

A internação tende a ser indicada para pacientes com dependência mais pesada, que usam doses altas e frequentes por tempo prolongado.

Ela deve ser considerada também para pessoas que já tentaram outras vezes a retirada dos anabolizantes, sem sucesso.

A reabilitação de pacientes internados pode durar de 28 a 90 dias, dependendo da gravidade do vício e das necessidades de desintoxicação.

Medicamentos para o tratamento da dependência por esteroides anabolizantes

Medicamentos podem ser usados com diferentes objetivos:

  • Reestabelecer o equilíbrio hormonal;
  • Alívio dos sintomas da abstinência;
  • Tratamento da depressão e de outros problemas de saúde mental comuns em pacientes com dependência aos anabolizantes.

Hormônios sintéticos

Os hormônios sintéticos podem ser usados para equilibrar os níveis de testosterona. Isso porque o uso prolongado dos anabolizantes compromete a produção natural do hormônio pelos testículos.

Pessoas com dependência aos anabolizantes chegam a ter níveis de testosterona até 100 acima do normal. No caso do tratamento da dependência, eles devem ser suficientes apenas para manter os níveis fisiológicos.

À medida em que a produção do hormônio pelos testículos vai sendo recuperada, as doses de hormônio sintético são reduzidas. Entretanto, muitos têm uma recuperação incompleta e precisam do hormônio sintético para o resto da vida.

Antidepressivos

A depressão pode ser uso prolongado dos anabolizantes anto causa como consequência do abuso dos anabolizantes.

Sinais e sintomas da depressão devem ser pesquisados em todos os pacientes com dependência de anabolizantes, podendo em alguns casos ser considerado o uso dos antidepressivos.

Clonidina

A clonidina é uma medicação historicamente usada no tratamento da Hipertensão Arterial. Ela pode reduzir a pressão arterial elevada que se desenvolve em decorrência do uso dos anabolizantes.

Além disso, ela pode também a reduzir os sintomas de abstinência, como ansiedade, dores musculares e cãibras.

Anti-inflamatórios

Medicações anti-inflamatórias são comumente usadas para o tratamento da dor musculoesquelética, muito comum nestes pacientes.